Avatar

Disgraça
@disgraca

A Disgraça é um centro social anti-autoritário em Lisboa.

disgraca recebe € 22,57 por semana de 10 doadores. Meta: € 400,00
Doar  

Apresentação

Ao chegarmos aos 5 anos de sangue, suor e alegria, é tempo de olhar para trás e não só celebrar mas pensar como e em quê podemos melhorar. Por mais que a liberdade seja um mote que marca o nosso passo e da Disgraça, somos ainda vassalos de uma renda, estamos ainda condicionadas à quantidade de tempo e energia roubadas pelas exigências das vidas urbanas modernas.

Normalmente a Disgraça mantém as luzes acesas com a cantina mas devido à pandemia, a situação complicou-se. De momento, para a segurança de todxs, não estamos a organizar concertos e só conseguimos ter metade das pessoas na cantina. E claro, senhorios continuam a ser senhorios, e a renda e as contas continuam a ter que ser pagas. No sentido de construir um espaço mais sustentável, decidimos partilhar esta responsabilidade com toda a gente que usa, visita e preocupa-se com a Disgraça. Se não nos conheces, continua a ler.

alt text

Sobre o espaço

A Disgraça é um centro social DIY, anti-autoritário e organizado horizontalmente, localizado na Rua Penha de França, em Lisboa, aberto desde 2015. Para muita gente é um lugar para “abanar os ossos”, ouvir a sua banda favorita e deliciar-se com refeições veganas, mas há muito mais a passar-se nas profundezas da colina!

É um espaço para construir comunidade, apoio mútuo e apoiar a organizar diversas lutas, desde o antifascismo até à crise local de habitação. É um espaço onde podes só conviver como podes também envolver-te. Um lugar para ser usado como ferramenta para criar laços na eterna luta contra o status-quo, autoritarismo, o Capital e o Estado, enquanto se desafia o racismo, homofobia, transfobia, sexismo ou qualquer outro disparate típico de animais verticais.

Já fizeram parte da sua programação acções como o Tattoo Circus, um evento de angariação de fundos para apoio a presxs politicos; o Festival Anormalxs, como expressão de arte e política queer; encontros de divulgação e apoio à luta internacionalista libertária de rojava e à luta das mulheres kurdas, entre muitos outros. Tem sido, também, lugar onde diversos coletivos têm conspirado e praticado contras as hegemonias dominantes da nossa sociedade, entre eles os Ritmos de Resistência, o Go.S.A.- Grupo de Saúde Antiautoritária, passando por grupos envolvidos na luta antifascista até à luta pela a habitação e contra os despejos, assim como da luta feminista.

alt text

A diversão distribui-se por quatro andares, com diferentes espaços e projectos eternamente inacabados.

No topo, encontras a Tortuga, uma livraria anarquista, que além do espólio de edições subversivas, tem várias T-shirts, discos, vinis e a recém criada mercearia grátis. No andar de baixo encontras a loja livre, a biblioteca BOESG e uma oficina de serigrafia disponível para os mais diversos projectos.

Se continuares a descer, encontrarás a cantina, onde toda a “magia negra” acontece. Conhecida mundialmente em Lisboa, a sua comida 100% à base de plantas é considerada por tantos alguns, uma das melhores da cidade e sem dúvidas uma das mais baratas (porque é donativo livre ;) ). O segredo? Bem, não há nenhum bem guardado a não ser que toda a gente é bem-vinda a partilhar as suas habilidades gastronómicas e aprender umas quantas novas.

Aparece e agarra uma faca.

alt text

Uma variedade de filmes e documentários críticos são exibidos na sala de cinema ou na cantina, onde acontecem, também, diversos benefits para apoiar causas e colectivos locais e internacionais.

No andar seguinte há uma sala de concertos, na qual passaram centenas de bandas, desde as que estão a subir ao palco pela primeira vez às mais batidas nos circuitos diy dos mais diversos cantos do mundo. Todos os concertos têm preços fléxiveis, em que o que é angariado serve para cobrir as despesas de transporte das bandas. Esta sala, como o resto do espaço, está aberta para todas as idades. No mesmo andar há uma sala de ensaios & estúdio de gravação disponíveis para projectos diy. Mesmo ao lado, temos uma oficina de trabalho com ferramentas e estamos a construir um ginásio aberto à comunidade para treinos de auto-defesa e outras actividades físicas.

alt text

Vamos manter-te actualizadx de todos os projectos que por cá acontecem, na nossa newsletter mensal.

Estamos constantemente a trabalhar em novas ideias e estamos sempre abertas a propostas de projectos, benefits, workshops, eventos ou concertos. Se tens alguma contacta-nos e visita-nos na nossa reunião quinzenal.

Estamos gratxs pelo teu apoio!

Comunidades

Histórico

disgraca entrou há 1 ano.

Renda por semana (em Euro)

Número de doadores por semana